segunda-feira, 8 de agosto de 2016

PRESENTE PARA NOSSOS LEITORES

Me perdi com ele

Hoje sou casada tenho marido e dois filhos, mas vou contar uma loucura que aconteceu comigo quando eu tinha18 anos, nessa época eu era solteira e muito fogosa, era muito bonita e ainda era virgem, meus pais viajaram para passar um final de semana fora me deixando com meu irmão de 25  anos que nessa época tinha uma namorada mas nesse final de semana resolveu ficar em casa, acho que ela tinha ido viajar.

Pois bem, estava muito calor e eu sempre gostei de ficar a vontade em casa, passava os dias em casa de camisola transparente e calcinha, nunca me importei com isso, nem sutiã usava, tinha peitinho durinho que sempre ficavam com flechas na minha camisola, acordamos, preparamos o almoço juntos e almoçamos, eu sempre abraçava ele e ele me abraçava normal, coisa de irmão, depois do almoço resolvi tirar um cochilo e ele também, chamei ele para dormi na cama dos nossos pais, ele ficou sem querer dormir comigo mas eu puxei no braço dele e deitamos na cama, logo peguei no sono.

Fotos para inspirar nossos leitores

Casados em: Uma noite de loucura

Sou casado com uma linda e gostosa mulher, ela se chama Raquel e temos a mesma idade 30 asno e juntos há dez anos, ela tem um corpo maravilhoso, vou descrever minha mulher para vocês, barriguinha de tanquinho, seios médios  de biquinhos durinho, cintura fica e uma bunda fenomenal acompanha com um belo par de pernas longas e grossas, muito gostosa. Amamos-nos muito e somos muito viciados em sexo, franzamos muito e nosso sexo é muito intenso.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Minha esposa me pegou de jeito - Inversão



Tudo aconteceu quando ela estava naqueles dias, acho que quando minha esposa está menstruada ela fica com muito tesão e eu mais ainda porque não posso comer a bucetinha dela, então numa noite dessas de menstruarão  fomos dormir , como de costumes deitei só de cueca e ela só de calcinha, deitei minha cabeça no meio dos peitões gostosas dela e ficamos abraçados, eu logo fiquei de pau duro e ela deu um sorriso, já esta assim seu safado, hoje eu estou no vermelho.

Realizando meu desejo

Me chamo Carlos sou casado com uma linda mulher chamada Mônica temos dois filhos, adora fazer amor com ela, juntos fazemos muitas loucuras, mas apesar dela ser muito gostosa e fogosa, existe alguns desejos meus que ela não consegue realizar e sempre que encontro uma oportunidade eu trato logo de realizar esses desejos, hoje vou contar como realizei uma fantasia minha. Moramos no interior do Estado...

terça-feira, 12 de julho de 2016

Esposa Virgem

Boa noite a todos os nossos leitores, hoje vou contar  como vem sendo a minha vida desde o dia que eu me casei com minha amada esposa, mas antes vou contar como à conheci e como foi nosso namoro até nossa lua de mel.

Na época eu tinha 23 anos e ela tinha 28 a gente era colegas de faculdades e a gente passava muito tempo juntos, eu adorava a presença dela, com um tempo a gente foi percebendo que sentíamos ciúmes um do outro até que começamos a namorar,  pedi a Mônica em namoro, ela estava linda naquela noite, muito feminina, ela tem um corpo de dá inveja, pernas malhadas e grossas, peitos pequenos e bunda durinha e redonda, começamos  a namorar, as vezes esquentava o clima e rolava uns amassos muitos quentes, mas nunca tranzamos antes do casamento, ela sempre evitava isso.

Uma noite ela veio dormir  em minha casa, era muito gostosa ela estava com uma camisola transparente e de fio dental, nos beijamos muito, passei  minhas mãos por seu corpo quente e chequei a passar meu dedinho no cuzinho dela que piscava muito abrindo a deixando meu dedo entrar um pouco me deixando louco de tesão, mas ela só queria tranzar depois do casamento. E ainda nessa noite ela me fez um delicioso boquete me deixando gozar na sua boqueinha. Depois de 2 anos de namoro e muito boquete finalmente nos casamos e fomos para lua de mel, marcamos de passar o final de semana num hotel fazenda muito elegante e refinado.

Finalmente eu ia comer a bucetinha de minha esposa deliciosa, nos trancamos no quarto depois  de muita farra e bebidas, tiramos  nossas roupas e ela ficou só de calcinha, deitamos na cama e demos um longo beijo, nesse momento eu já estava de pau duro doido para penetra-la, então desci beijando e lambendo seus peitinhos pequenos o que me deu mais tesão, fui descendo por sua barriguinha trincada, eu lambia seus pelinhos loiros e eu sentia ela se arrepiando, finalmente eu ia vê a buceta de minha esposa, desci a calcinha dela, ela ainda tentou segurar mas permitiu, abrir suas pernas e vi, no começo fiquei assustado, era o maior pinguelo que eu já tinha visto, sua buceta era muito pequena e tinha um enorme pinguelo, esta durinho, não resisti e fui de boca, nesse momento ela deu um gemido muito alto de tesão, as mulheres são muito sensíveis nessa região, seu clitóris era maravilhoso, continuei chupando e beijando sua vagina gostosa que escorria sua gala na minha boca, ela gozava muito e gemia muito alto.
Ela abriu as pernas e eu percebi que tinha chegado o momento e penetra-la e tirar sua virgindade, ela estava muito molhada, fui esfregando a cabeça da minha  rola na portinha de sua vagina intacta, fui forçando até entra a cabeça, ficamos ali nos esfregando  por um tempo, fui forçando e senti algo romper e minha rola entrou quase a metade, senti algo quente, era ela sangrando , fiquei com  muito tesão e acabei gozando dentro na buceta dela.....ela gemia muito....pedia mais e eu ainda estava de pau duro e queria penetra-la por completo com meu pau, ela abriu muito as pernas e finalmente meu pau estava todinho dentro dela, que gritava de tesão....seu clitóris estava muito grande e inchado, comecei a bombar e ela pedia mais, queria sempre mais, fizemos sexo a noite toda......
Tirar a virgindade de minha esposa foi muito  bom...a bucetinha dela agora é toda minha, adoro lamber seu grelo grande e fazer ela gozar na minha boca.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Foi pescar, virou Corno

Olá meu nome é Joana, tenho 30 anos e sou casada com Hélio, somos bem casados, hoje vou contar uma aventura  muito excitante que vivi sem meu marido saber, somos muito amigos dos nossos vizinhos em especial um casal que mora do lado de nossa casa a Erika e o Cleber, Sou muito amiga da Erika e meu marido é muito amigo do Cleber, eles sempre saem juntos para pescarias e para caçar, essas coisas de homens eles  sempre fazer juntos,  nesse final de semana eles marcaram uma pescaria e iriam passar o sábado e domingo fora, voltando somente na segunda pela manhã, então eu combinei com a Erika e ir dormir na casa dela para nós não ficarmos o final e semana sozinhas.